quinta-feira, 21 de abril de 2011

    Um dia já acreditei em um "felizes para sempre", um dia já acreditei que todos os meus sonhos se iriam realizar, um dia disseram-me que tudo ia correr, um dia disseram-me que ia ser feliz, um dia disseram-me que eu era capaz, um dia disseram-me que ia conseguir, (...).
     Noutro dia deixei de acreditar em tudo , porque quem me dizia  isto partiu, não me avisou, deixou-me sozinha. Deixei de ter aqueles conselhos, aqueles avisos que mais ninguém conseguia dizer, que mais ninguém me convencia a seguir, a acreditar.
    O meu "felizes para sempre" acabou aí. Podem dizer que tenho que seguir em frente e levantar a cabeça, e é isso que eu tenho feito, no entanto, não é da mesma forma.
    Deixei de acreditar em histórias como aquelas que me cotavam quando era criança.
    Nunca aceitei um "último adeus", e de repente vi-me obrigada a dizê-lo. Era tempo de te dizer adeus, de te ver pela última vez.


     Eu amo-te, e isso nunca vai mudar. Eu agradeço-te tudo e peço desculpa por não te ter dado a devida atenção quando merecias.
     Não quero pôr um ponto final aqui, não quero!, porque sei que continuas comigo de uma forma ou de outra, porque sei que me proteges.
    Tenho saudades tuas. Quero ouvir a tua voz outra vez, quero-te comigo outra vez!
     Por isso, não vou dizer-te "adeus", mas sim:
Obrigada por tudo. 
Até já. Fico à tua espera.
Para mim, tu nunca morreste!

5 comentários:

Isabel disse...

Muita força para ti Fii, luta pela tua felicidade.
E muito obrigada, és um amor *-*

Isabel disse...

Luto todos os dias por ela querida *

Ana Luísa disse...

Força! :)

SOFIA disse...

obrigada por seguires! :)

Sarafaela disse...

Obrigada por me seguires :$

Sigo-te :D

Escreves bastante bem, AMEI os textos :$