sexta-feira, 6 de maio de 2011

Título

  
    Toque inconfundível, beleza indiscutível, cheiro incomparável, textura suave, (...)
    Características bastante únicas, bastante graciosas, bastante tuas.
    Primeiro duvidei do que sentia; depois, quando as dúvidas acabaram, tive medo de admitir, tive medo da reacção que os outros iriam ter quando soubessem. Mas agora, o que sinto é certo.
    A calma de que preciso encontro em ti; nos teus olhos; no teu sorriso, que, quando resolve aparecer, com ele vêm luminosas e brancas pérolas que me ofuscam, mas que, ao mesmo tempo, me satisfazem. Por outro lado, o facto de depender disto, tira-me todo o bom senso. Mas... Se quero ser racional, se quero dizer coisas com sentido, necessito disto e se tenho isto, distraio-me! Sabem do que se trata? De Dilemas e Sentimentos. Nunca o título do blog se aplicou tão bem a um texto.
    Se soubesses a quantidade de suspiros que dou por ti, a quantidade de "aaaaaaiiii" que digo por tua causa,...
    Tu nem sequer calculas o valor que tem um toque teu, um abraço teu, um sorriso teu, um olhar teu (aqueles olhares onde me perco e que, quando penetrada neles, não quero mais de lá sair) ou um minuto da tua atenção.
    Há uma força que me puxa para ti, a qual que por muito esforço meu, não consigo contrariar. É a força de que lembro quando me falam de ti. É a força que às vezes me obriga a lutar. É a força que me traz felicidade e tristeza. É a força que me faz bem e que me faz mal. É a força que me faz viver e que me me faz desejar morrer por minutos. É a força que é caracterizada por:  intensidade infinita e incalculável, em direcção a ti, sentido de ti para mim e que cujo ponto de aplicação é o meu coração.

    É A FORÇA DO AMOR!


2 comentários:

claudinha disse...

De salientar que esta ultima parte e inspireda na aula de físico-química!!

Sara'C disse...

Está lindo !