sábado, 24 de setembro de 2011



Aprendi a ser forte. Como? Aqueles que só me queriam mal, e ver-me no fundo, no chão, sem forças sequer para respirar, só me fizeram ditar as minhas regras, as regras do meu jogo. Fizeram com que agora seja forte e que continue a brilhar em qualquer altura. Obrigada otários (as). O vosso plano saiu furado, não deu certo. Não porque são burros, mas sim porque eu sou mais inteligente que vocês, entendem? É realmente complicado aceitar que ultrapassei tudo isso, eu sei que sim, muito mais para gente assim, que só queria que eu fracassasse. Bem, talvez até chegasse a esse ponto, mas tentei até dar certo, se não deu certo, foi porque não valia a pena o meu esforço, era cansar-me e usar forças em vão, em prol de algo que eu julgava ser tudo, mas que afinal não era nada, menos do que um grão de areia no universo. Sou egoísta? Arrogante? Não. Tenho amor-próprio, que é diferente. Não chega amarmos os outros, temos que contrair este sentimento em relação à nossa pessoa. Foi difícil perceber isto, foi difícil chegar até aqui e começar a pensar desta forma, mas, mais uma vez, consegui. Não digo que não vá ter uma recaída, mas acho que fiz coisas que nunca pensaram que fosse capaz de fazer.
E, novamente, obrigada gente reles. Amo-vos muito!

3 comentários:

Sara'C disse...

Adorei.
E esta parte está perfeita: "Sou egoísta? Arrogante? Não. Tenho amor-próprio, que é diferente."

Filipa disse...

Adorei e força (:

diana $: disse...

amei o texto o:
e nao tens qe agradecer fofinha !
desculpa só responder agora $:
estive ausente e provavelmente vou continuar a estar :c