sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Por favor, volta!

18/09/2010* Recebi a pior notícia que alguém pode receber. Fiquei desamparada, apenas tinha a força de quem sabia e me vinha confortar com a melhor das intenções, mas de nada valia.

Partiste , sem aviso.

A dor que sentia era enorme, não passava, tinha exactamente o efeito inverso: aumentava.

Nada disto parecia ser real, parecia não passar de um pesadelo e que a qualquer momento eu iria acordar e tu estarias do meu lado. MAS eu não acordei, não havia pesadelo, TU NÃO ESTAVAS. Hoje ainda é o dia em que choro por não te ter, desespero. Ainda tinhas tanto para viver tanto para nos ensinar, tanto para amar. Fazias parte de mim, passei momentos contigo que jamais havia imaginado que iriam acontecer. Lembro-me de cada um deles com bastante clareza. Porque embora muitas das vezes fossem curtos, tu fazias com que se tornassem tão intensos ao ponto de serem inesquecíveis.

O teu sorriso aquecia-me a lama, a tua voz confortava-me, o teu cheiro acalmava-me, a tua presença era essencial. E AGORA, TUDO ISTO DESAPARECEU! Fazes-me tanta falta… Apetece-me destruir o que me aparece à frente!, existiam coisas que só contigo tinham sentido de ser, e neste momento sem ti, não servem para nada, FALTAS TU! Roubaram-me o teu sorriso, e eu não suporto isso!

A SAUDADE É MUITA, o amor que sentia por ti também.

PERMANECERÁS PARA SEMPRE!!!*

1 comentário:

* Joana Azevedo Ribeiro * disse...

ta lindo amor!
de certeza que esta muito orgulhs de ti!
AMO-TE