terça-feira, 19 de abril de 2011

Eu estou aqui para ti

 
Depois do que escrevi ontem, passei grande parte da noite a olhar para o tecto, não tinha sono, estava preocupada. Quando finalmente adormeci, sonhei contigo.
    Só queria ter coragem de mandar-te uma mensagem, mas não consigo, porque não quero afastar-te ainda mais de mim.
    A sério que já não sei mais o que quero fazer... Na verdade talvez saiba: quero correr para ti; abraçar-te com a maior força que conseguir, até ter os braços dormentes, até que os meus braços me doam, até tu deixares de precisar, até quando tu quiseres, até quando estiveres aconchegado;  chorar contigo; dizer que nunca me esqueci de ti; voltar a repetir que só quero o teu bem; perguntar-te como estás; mas, sobretudo como já referi, quero ABRAÇAR-TE!

    Está tudo tão escuro para nós! Não consigo encontrar o caminho até ti. Não consigo desviar-me dos buracos que vou encontrando ao longo do caminho, caio em todos eles, caio em todas as armadilhas que me colocam, caio, caio, e volto a cair. Apesar de todas estas quedas, que ainda não acabaram, irei continuar o caminho, às escuras. Um caminho difícil, perigoso e traiçoeiro. Seria muito mais fácil que também começasses a viagem. Sabes porquê? Porque nenhum de nós teria de fazer o caminho completo. Iríamos acabar por nos cruzar-mos. Porque as quedas não iriam ser só minhas. Porque iria ser mais fácil. Deves perguntar-te porque continuo a andar na tua direcção, tendo todas estas dificuldades. Eu repondo-te: POR TI! Vou magoar-me as vezes necessárias, vou mentir se for preciso, SÓ PORQUE QUERO A TUA FELICIDADE. SÓ PORQUE QUERO QUE VOLTES A ENTRAR NO TEU ANTIGO TRILHO, que agora é feito de terra batida, porque tu o abandonaste e não consigo continuar a construí-lo sozinha!

    Um drama digno de filme, tornou-se realidade para nós. Nos filmes, tudo acaba bem, com um "felizes para sempre", porque existe um guião que foi escrito por outros, mas... Connosco não é assim, o nosso guião tem que ser escrito por nós, mais ninguém o faz! Porque não o fazes comigo?
    Um dia, temos que olhar os dois para trás e dizer: "Foi difícil, mas conseguimos. Agora somos felizes e estamos preparados."
    Estou contigo, eu sou tua; eu sou o que precisas e tu és o que eu preciso, tu és o meu apoio. Embora não saibas que penso sempre em ti, como te sentes, como estás,
    EU ESTOU AQUI PARA TI!

2 comentários:

Ana disse...

Não sejas modesta, os teus são fantásticos :)

Isabel disse...

Está lindo, lindo *-*
E muito obrigada peloe elogio querida.