segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Nova História



Não vou negar que não me tivesse custado, porque custou. Mas existem alturas na vida em que temos de mudar. Folheamos vezes sem conta as páginas do mesmo livro, com a esperança de que a história vá mudar, mas ela não muda. Começamos a ler nas entrelinhas coisas que dantes não víamos, e que eram bastante óbvias. Por estes motivos, por o enredo começar a tornar-se aborrecido e por à medida que recomeçamos a leitura nos lembrarmos que existem coisas que não vão voltar, começa a doer, por isso, aí chega a hora de fechar esse livro. Arrumá-lo na prateleira, guardar a história na memória, mas não permanentemente, e começar a escrever um novo. Um livro com novas personagens, mas em que algumas se mantêm, outras adquirem um papel mais relevante e outras passam a ser apenas figurantes. O que nos leva a fazer isto? Bem, eu não mudei, só me apercebi do que estava a acontecer.
Comecei, oficialmente, a escrever um novo livro.

12 comentários:

Julieta disse...

obrigada fofinha *

beatrizpereira disse...

obrigado *

dianaV disse...

Dói sempre, mas como tudo, isso passa. Muito força (:

Sara'C disse...

obrigada princesa (:
percebo muito bem... percebemos que nao víamos coisas que estavam tão óbvias

joanaf disse...

obg, que lindo!

; bsofia disse...

Obrigada linda*
Podes me dizer o nome da música? (:

Daniela disse...

Gosto :)

Vinicius disse...

Tu escreveste muito bem esse pequeno trecho. Parabéns.

Abraço

allmota disse...

és escritora? :o olha, não deixes que o passado te afecte sim? xo-xo

Cristiana Lourenço disse...

gostei!

Filipa disse...

Oh obrigada querida (;
Escreves mesmo tão bem, adoro vir aqui ler o que escreves

Juliana Skwara disse...

Que lindo *_*
Super escritora, amoo o seu espaço, faço questão de vir aqui sempre! Suas visões e questões são incríveis!
Grandes beijos e volte sempre
Beijos